7 de ago de 2015

DOCUMENTÁRIO RORAIMENSE IRÁ CONTAR A HISTÓRIA DE MIKE GUY BRAS


Um documentário sobre o músico Mike Guy Bras está sendo produzido em Roraima pelo cineasta Cláudio Lavôr. O filme foi contemplado pelo Edital Curta Afirmativo 2014, do Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria do Audiovisual (SAv).

O edital pretende dar protagonismo de cineastas afro-brasileiros na produção audiovisual nacional. Ao todo, foram selecionados 21 curtas e 13 médias-metragens, com mais 10 projetos em lista de reserva para cada categoria em todo o país, “Mike” será o representante roraimense.

De acordo com Lavor, o filme irá apresentar o retrato do compositor e cantor de reggae radicado no Brasil Mike Guy-bras. A proposta é apresentar ao público, por meio do audiovisual, a multiplicidade de manifestações que existe na música de Mike, além de contar a sua história de vida.

Marcos Alessandro Edward ou apenas “Mike”, como ficou conhecido, nasceu em Georgetown, na República Cooperativa da Guiana e mora em Roraima há vinte e cinco anos. Ao chegar ao Brasil, ele fundou a Guy Bras que possui dois discos gravados, “ToZion” e “The Best Of Guy-Bras”. No palco, o artista divide os vocais com sua filha Lionela Edwards.

O artista trabalhava como vendedor de doces na rua, mas a ambição de subir aos palcos e cantar reggae nunca foi deixada de lado. “Mike é o nome que ele ganhou em Boa Vista, logo no início de sua carreira, e que acabou adotando como seu. Um nome tão forte, acho que não poderia ser outro o título”, ressaltou Lâvor.

O filme já está em fase de produção. Lâvor explica que ao filmar quer captar a essência do artista que apresenta, não só a paixão pela música, mas pela vida. “Queremos captar através da câmera, a paixão que Mike tem pela música de sua forma mais natural”, completou.

Ao falar sobre o documentário, Mike diz que o filme não irá contar apenas a história de um artista, e sim de todas as pessoas que buscam um sonho de viver de música.

“É o resultado de uma semente que plantamos há muito tempo atrás. Estou muito feliz em poder mostrar a minha música. A minha história é sobre gratidão à cidade que me acolheu e àquelas pessoas que gostam de me ouvir”, relatou.

Nenhum comentário: