25 de ago de 2015

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 5 - 13ª EDIÇÃO

Nesta Edição: Sheep, Estado De Coma, Ditambah, Hábito Noturno, Makunaimamos, Alaíde Negão, Bolivar Blues, Mucajarock, Mamarock, Diego Moita, Bel Prola, Ramon Hiama, Henrique Ornellas, John Lennon

ABRE A CONTA
Bom dia rocker! O mês de agosto está chegando ao fim, e foi bem agitado para o rock acima da linha do Equador... Fechando a conta ainda rola mais um festival no interior do estado, em Mucajaí, que promete fazer a festa dos rockers. Ainda contamos as novidades do rock roraimense, entrevista exclusiva com a banda Sheep, as dicas das redes sociais e as últimas novidades sobre a música de Roraima. A coluna de hoje está linda, então cola junto, coloque seu disco na vitrola e deguste as últimas novidades do rock do extremo norte do Brasil. Seja bem vindo à coluna Roraimarocknroll, porque a história do rock roraimense você lê primeiro aqui! Boa Leitura, e ótima terça-feira! Let’s go! - Victor Matheus.
_________________________________________________________________________

PAPO RETO
*Créditos: Canoa Cultural

A guitarrista e vocalista Ramon Hiama, da banda Sheep, 
responde a três perguntas do Papo Reto da nossa coluna:

A Sheep retornou a cena rock roraimense depois de um breve hiato. Como você analisa a cena rock local hoje?
Vejo uma cena nova em vários aspectos. Sob o ponto de vista de espectador, vejo novas bandas, novos estilos, músicos jovens e uma qualidade técnica melhor. Sob o ponto de vista de quem está em cima do palco, vejo um público novo, que já tem as músicas das novas bandas na ponta da língua e ainda está meio indiferente com "certas bandas antigas", se é que você me entende... 

Que ambições ainda fazem parte da sua carreira? Aonde pretende chegar com a Sheep?
Recentemente alterei a biografia da banda na nossa página do facebook (facebook.com/sheeprockrr). A biografia antiga dizia mais ou menos isso: "a Sheep está na ativa desde 2005, e objetiva ser uma banda que abale as extremidades norte americanas com seu trabalho autoral 100% brasileiro". Muita ambição para tão pouco esforço... Hoje somos muito menos pretensiosos. Hoje tudo o que queremos é continuar tocando, aumentar o nosso lastro de apresentações e voltar a ficar em evidência na cena. O sucesso não mais é um objetivo. Será apenas uma consequência!

Pra fechar a conta, quem salva o rock no Brasil hoje?
Além da nostalgia da galera de 30 e poucos anos, que insiste em ouvir os sucessos dos anos 80 e 90 e não deixam a história do rock nacional morrer? Cara, eu sou daqueles bem preguiçosos que espera uma banda estourar para conhecer o material dela. Preciso trabalhar nisso. Conheci duas excelentes bandas naquele programinha de jurados da Rede Globo, "Superstar": Versailles e Scalene. Inclusive, curti tanto Scalene que baixei os 3 álbuns e escuto diariamente no meu carro! Essa salva, com certeza! Saudades de Reação em Cadeia, que parece que está ensaiando um retorno.
_________________________________________________________________________

ESTADO DE COMA
*Créditos: Arquivo Pessoal
ESTADO DE COMA de volta ao rock roraimense
No início dos anos 2000 surgiu em Roraima uma das bandas mais emblemáticas do rock pesado, a Estado de Coma. Os ícones do death metal Macuxi retomaram a carreira em 2015 e prometem abalar mais uma vez as estruturas do rock roraimense. A formação conta com Alex Negão (Bass And Vocals), Arlan Herrera (Drums) e Solano Palma (Guitars). Saiba mais sobre a banda no www.facebook.com/pages/Estado-de-Coma-Brutal-Death-Metal #metalroraimense #estadodecoma
_________________________________________________________________________

2º MUCAJAROCK
*Créditos: Jéssica Costa
DITAMBAH confirmada no 2º Mucajarock
O rock roraimense invade o município de Mucajaí no próximo sábado, 29 de agosto, para o 2º Mucajarock, na praça Chaguinha Bahia e entrada franca. O 2º Mucajarock contará com os shows das bandas Anarkill, Bluts, Crônica, Dória, Dr. Yoko, Jardim Ágape, Ditambah, Raptor's, Scarley, Trupe de Marte, Veludo Branco, e conta com apoio do Blog Roraimarocknroll. Bora lá? #mucajarock
_________________________________________________________________________

 MOMENTO POLAROID
*Créditos: Alexandre Horta
Pelas lentes de Alexandre Horta a história do rock roraimense é contada... O registro é do baterista Washington, da banda Hábito Noturno, no 2º Rock Contra a Corrupção, realizado no domingo, 16 de agosto, na Praça do Centro Cívico... Uma bela imagem digna de polaroid! #polaroid #hábitonoturno
_________________________________________________________________________

ROCK LIST
*Créditos: Rubens Achilles
O cantor e compositor Henrique Ornellas, 
escolhe cinco músicas essenciais na sua #RockList. Confira:

1. Eu Nasci a 10 Mil Anos Atrás (Raul Seixas)
2. The Wall (Pink Floyd)
3. Jailbreak (AC/DC)
4. Iron Man (Black Sabbath)
5. Aumenta que isso aí é Rock and Roll (Celso Blues Boy)
_________________________________________________________________________

INSTAROCK
A semana do rock roraimense no Instagram.

#Roraimarock
Siga @roraimarock

#Diego Moita
Siga @drmoita

#Bel_Prola
Siga @belprola

Siga o Instagram do Blog Roraimarocknroll
@roraimarock
_________________________________________________________________________

RORAIMAROCK INDICA
Confira os perfis e páginas que você deve acompanhar nas redes sociais

#Makunaimamos
“Prometo ser o seu bichinho livre preferido...”
www.facebook.com/pages/Makunaimanos

#Alaíde_Negão
“Curtir um banzeiro mais tarde. Tece o som neguinha...”
www.facebook.com/Alaidenegao

#Bolivar_Blues
“Bolivar Blues na Casa do Neuber/Quinta 27 de Agosto/21horas”
www.facebook.com/BolivarBlues
_________________________________________________________________________

LIVRO
*Créditos: Editora Valentina
JOHN LENNON EM NOVA YORK: OS ANOS DE REVOLUÇÃO (James A. Mitchell) - O período inicial da estada de john Lennon e da esposa dele, Yoko Ono, nos Estados Unidos foi repleto de ação e controvérsia. O ex-beatle viveu naquele tempo o auge de seu engajamento político e sofreu com a perseguição do governo do presidente Richard Nixon, que o espionou e tentou de todas as formas deportá-lo. O livro de James A. Mitchell é um relato bem acabado daquela fase conturbada, especialmente dos primeiros anos de Lennon no país, entre o final de 1971 e meados de 1973. O fio condutor do texto é a parceria entre o músico e a banda de rock Elephant’s Memory, com a qual ele gravou seu polêmico álbum duplo Some Time in New York City (1972), em que escancarava sua militância. (por Fabian Chacur)
_________________________________________________________________________

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com

PUBLICAÇÃO 
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 5
13ª EDIÇÃO | 25/08//15

Nenhum comentário: