22 de mar de 2016

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 5 – 39ª EDIÇÃO

Nesta Edição: Fábio Gomes, Som Do Norte, Antiga Roll, Antique Band, Filipe José, Trupe De Marte, Vespas Mandarinas, Becker, Day Ventura, Bluts, Estado De Coma, Eu Vim Dos Nove Mundos.

ABRE A CONTA
Bom dia rocker! A semana está mais curta por conta do feriado, então o clima tá tranquilo e favorável (risos) para curtir um fim de semana prolongado. Enquanto isso, a semana começa com muitas novidades sobre o rock do extremo norte do Brasil. No embalo das comemorações de 6 anos do Blog Roraimarocknroll, a coluna está homenageando artistas, bandas, e parceiros que ao longo desse tempo vem contribuindo com o nosso trabalho. Hoje estreia mais uma pauta do nosso espaço rocker, o PAPO CABEÇA, originalmente publicado no blog, agora mensalmente também estará por aqui. Os artigos são assinados pelo amigo, jornalista, fotógrafo, diretor de cinema e produtor cultural Fábio Gomes, do portal Som do Norte, um dos parceiros do blog e da coluna desde o seu começo e fala de tudo um pouco sobre o mercado da música e afins. Ainda temos uma dica especial de literatura rocker, as novidades da banda amazonense Antiga Roll, o rock list eclético do baixista Filipe José da banda Trupe de Marte, e nossa trip pelas redes sociais compartilhando o backstage do rock macuxi e também planetário... Seja bem vindo à coluna Roraimarocknroll, porque a história do rock você lê primeiro aqui! Boa Leitura, inspirada semana, e ótima terça-feira! Let’s go! - Victor Matheus.
________________________________________________________________________  

PAPO CABEÇA 

QUEM ESCREVE OS SHOWS? 
(Por Fabio Gomes) 

Penso ser muito curioso que num país tão musical quanto o Brasil a carreira de roteirista de shows não seja incluída habitualmente nos planos de profissionais das áreas de Artes e Comunicação. O que talvez seja compreensível, porque esta função, como todas ligadas a bastidores da produção artística, raramente é citada com destaque. Mas o fato é que todo show tem alguém que pense seu conceito, decida que músicas vão entrar nele e em que ordem. 

Se hoje há bandas que pedem sugestões de set-list aos fãs via redes sociais, na maioria das vezes o roteiro do espetáculo é definido pelo próprio artista, junto com seu produtor e/ou diretor musical. Pode acontecer ainda que alguém de fora da equipe seja chamado para escrever o roteiro. Afinal, nem sempre um show tem apenas canções, artistas como Maria Bethânia costumam declamar poemas ou textos entre uma música e outra. 

Foi assim que o MPB-4 convidou Millôr Fernandes a fazer o roteiro do show Bons Tempos, Hein?, em 1979. O espetáculo gerou dois produtos: um LP de estúdio e a publicação do roteiro em livro da coleção Teatro de Millôr Fernandes (!) pela editora L&PM. O que é surpreendente, pois desconheço outro roteiro de show que tenha virado livro. 

Esse tipo de show com textos, feito em teatros, só virou padrão no Brasil nos anos 70. Antes, durante a Era do Rádio, ídolos como Francisco Alves e Carmen Miranda só se apresentavam em teatro durante programas de auditório transmitidos ao vivo no rádio, ou participando de shows coletivos ou ainda em espetáculos de teatro de revista. 

Também coletivos eram os primeiros shows próximos do padrão atual, que não por acaso começaram em 1964 (ano de golpe militar e também do começo da Censura, que a qualquer momento poderia proibir uma peça em cartaz, deixando os teatros ociosos e... disponíveis para serem ocupados por shows). O marco inaugural, nesse ano, é o show Opinião, com João do Vale, Zé Kéti e Nara Leão, tendo roteiro de Armando Costa, Oduvaldo Vianna Filho e Paulo Pontes. O primeiro show de Roberto Carlos no Canecão, em 1970, produzido por Mièle & Bôscoli, marca o começo do padrão de show solo que domina o mercado atual, cujo ápice é sem dúvida Falso Brilhante, com Elis Regina, roteiro dela e de César Camargo Mariano, que ficou 15 meses em cartaz entre 1975 e 1977; a produção contava ainda com atores e corpo de baile. 

A rigor, é possível pensar num roteiro de show como equivalente ao texto de uma peça de teatro – sem contar que muitas vezes intérpretes, ao cantar, usam recursos cênicos como gestos e expressões faciais. Quem sabe, então, ainda chegue o tempo em que, assim como peças de Nelson Rodrigues são montadas em vários pontos do Brasil, um mesmo roteiro de show possa estar sendo produzido em diversas cidades país afora, com o devido destaque para seu roteirista. 

________________________________________________________________________ 

LIVRO 
*Créditos: Editora LeYa 
1965 – O ANO MAIS REVOLUCIONÁRIO DA MÚSICA (Andrew Grant Jackson) - A explosão mundial dos Beatles nos anos 1960 abriu as portas para um período de criatividade sem precedentes dentro da música popular. O autor defende a tese de que o ano de 1965 sintetizou os avanços instigados pelo quarteto e seus contemporâneos. Afinal, os Beatles lançaram canções fabulosas, como “Yesterday”, “Ticket to Ride” e “Help!”, e ainda fecharam o ano com o revolucionário álbum Rubber Soul. Quando Bob Dylan eletrificou o som que fazia e gravou a rosnante “Like a Rolling Stone”, formatou o folk rock e impulsionou a carreira de The Byrds, The Lovin’ Spoonful, Sonny & Cher e outros. Os Rolling Stones desafiaram a sociedade conservadora com “I Can’t Get No (Satisfaction)” e o The Who deu voz à revolta dos jovens com “My Generation”. Nos Estados Unidos, a Motown seguia refinando a soul music, com The Supremes, Four Tops e The Temptations lançando singles clássicos. E Brian Wilson já engendrava os experimentos sonoros que iriam culminar no ano seguinte em Pet Sounds, dos Beach Boys. Com estilo e informação precisa, Jackson radiografa toda essa intensa efervescência cultural e musical. (por Paulo Cavalcanti) 
________________________________________________________________________ 

ANTIGA ROLL 
*Créditos: Fabio Alexandre
A banda de punk rock amazonense Antiga Roll está com novo videoclipe na rede, da música “Perversa”, faixa 2 do mais recente disco do grupo, “Zumbi do Bar”, lançado em agosto de 2015 pela Mama Records. O clipe é dirigido por João Machado. Saiba mais sobre Antiga Roll e assista ao clipe no www.facebook.com/antigaroll
________________________________________________________________________ 

MOMENTO POLAROID 
*Créditos: Arquivo Pessoal / Rimolo Pina
Pelas lentes dos bastidores a história do rock roraimense é contada... O registro é da banda Antique Band, responsável pelos shows especiais do pub em momento de descontração no backstage... Uma bela imagem digna de polaroid! #polaroid #antiqueband 
________________________________________________________________________ 

ROCK LIST 
*Créditos: Canoa Cultural 
O baixista Filipe José, da banda Trupe de Marte, 
escolhe cinco músicas essenciais na sua #RockList. Confira: 

1 - Terra (Scalene) 
2 - Sapato 36 (Raul Seixas) 
3 - The sound of Music (Joy Division) 
4 - Jesus Of Suburbia (Green Day) 
5 - Gunslinger (Avenged Sevenfold) 
________________________________________________________________________ 

INSTAROCK 
A semana do rock roraimense no Instagram

#Becker 
Siga @banda.becker

#VespasMandarinas 
Siga @vaspasmandarinas 

#DayVentura 
Siga @dayventura_ 

Siga o Instagram do Blog Roraimarocknroll @roraimarock 
________________________________________________________________________ 

RORAIMAROCK INDICA 
Confira os perfis e páginas que você deve acompanhar nas redes sociais 

#Eu_Vim_dos_Nove_Mundos 

#Estado_de_Coma 
________________________________________________________________________ 

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com 

PUBLICAÇÃO 
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 5 
39ª EDIÇÃO | 22/03/16

Nenhum comentário: