14 de out de 2015

VICTOR PIUM & CAXIRI ATÔMICO - MÚSICO LANÇA PROJETO SOLO COM INFLUÊNCIAS PSICODÉLICAS


O músico Victor Matheus, conhecido pelo seu trabalho com a Veludo Branco, agora é Victor Pium e lança seu projeto solo Victor Pium & Caxiri Atômico. O novo som apresenta liberdade musical e traz mais diversidade à música contemporânea de Roraima com a intenção de ser um porta-voz dos sons da Amazônia.

O músico não irá abandonar a sua carreira no rock, mas irá experimentar novas vertentes musicais no projeto solo, trazendo influências indígenas e psicodélicas à sua música. “Meu berço musical vem do rock, mas, ao longo da vida, conheci outras culturas, ritmos, sons e possibilidades musicais e chegou a hora de libertar esse Canaimé preso há quase 30 anos dentro de mim”, explicou.

As letras de suas composições abordam temas regionais em músicas como ‘Caxiri Atômico’, ‘Curupira’, ‘Manga Rosa’ (parceria com Eliakin Rufino), ‘Paricharanau Kunaypan’ (versão da canção tradicional wapixana), temáticas espiritualistas nas canções ‘O pium’, ‘Turista Espacial’, ‘Cultive o Amor’, ‘Contato Imediato’ e temas sociais em ‘Sopa de Pedras’ (parceira com Brendo Vieira) e ‘Má Companhia’ (de Eliakin Rufino). Músicas que devem fazer parte de um álbum que está em fase de pré-produção.

“Escrevo músicas que possam transformar o mundo, a consciência humana, quero compartilhar meu Universo interior e mostrar que além dessa realidade 3D há um oceano de possibilidades reais em nossa existência”, comentou o músico.

A carreira solo começou a fazer parte da vida de Pium em 2012, aos 27 anos tornou-se pai e esse momento se transformou em um marco para novas vertentes artísticas. “Nossa jornada pela Vida nos leva a caminhos que nem imaginamos, e quando a paternidade chegou, percebi que precisava ser apenas eu para continuar levando minha arte adiante”, relatou.

O Pium é acompanhado pela banda Caxiri Atômico, formada por Deco Curumim (baixo), Franklin Lima (bateria) e Ícaro Leony (percussão). Para acompanhar o trabalho do Victor Pium, acesse www.facebook.com/victorpium,www.tnb.art.br/rede/victorpium ou pelo instagram: @victorpium

Por que Pium?

A ideia inicial nasceu da parceria com o poeta e músico Rodrigo Mebs. O conceito pium virou música e título do novo projeto. “Sobre o olhar do poeta Eliakin Rufino, o pium virou minha identidade musical e pode ser o que você quiser, um inseto, um conceito alucinógeno, um símbolo alquímico, um fragmento de um poema. É a arte em sua essência comprimida num único som”, relatou.

Próxima apresentação

O músico apresenta o novo trabalho nessa quinta-feira (15) na Casa do Neuber. Seguindo a tradição, o palco da Casa recebe mais de uma atração por noite, além de Pium, sobe ao palco a Bali Rádio. O evento terá início às 21 horas. A casa do Neuber está localizada na avenida Ville Roy, no bairro São Vicente. Quem comprar os ingressos até as 23h, tem desconto de 50% no valor da entrada.

A agenda do músico segue com apresentações até o final do mês. Dia 23 ele se apresenta no Pátio Roraima Shopping; dia 24, na Shop Som e na Praça do Mirandinha; dia 31, no Bosque dos Papagaios. Em novembro, o músico será atração no Festival Arte Fato, em Manaus (AM).

Serviço
Victor Pium e Bali Rádio
Local: Casa do Neuber
Hora: 21 horas
Ingresso: R$ 20,00

Um comentário:

Isah Carvalho disse...

Eita que essa matéria ficou linda.