15 de set de 2015

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 5 - 15ª EDIÇÃO

Nesta Edição: Bhia Borges, Música Do Beiral, Bali Radio, André Abujamra, Guns N' Roses, Geração Roots, Haadj, Otto, Isah Carvalho, Carta Pedrada, Sheep, Dória, Os Descordantes.
ABRE A CONTA
Bom dia rocker! Depois de um feriadão, e mais alguns dias de folga, a coluna mais rocker do nosso jornal está de volta trazendo muitas novidades sobre o rock do extremo norte do Brasil... Neste sábado rola o primeiro evento do Clã Cultural Makunaima, associação cultural criada por artistas e produtores culturais para promover a música roraimense e transformar a sociedade por meio da música... Fazemos parte desse sonho que se realiza, e queremos compartilhar nossa imensa gratidão com nosso leitor. Ainda temos várias novidades, dicas de livros e discos, nosso papo reto com uma autêntica pin up, uma trip pelas redes sociais, a rock list de um dos guitar heros do rock roraimense, e o click especial de uma das promissoras bandas do reggae roots roraimense. Seja bem vindo à coluna Roraimarocknroll, porque a história do rock roraimense você lê primeiro aqui! Boa Leitura, e ótima terça-feira! Let’s go! - Victor Matheus
_________________________________________________________________________
PAPO RETO 
*Créditos: Arquivo Pessoal 

A pin up Bhia Borges, editora-chefe e apresentadora do programa Meio Dia em Revista, da TV Cultura do Amazonas, responde a três perguntas do Papo Reto da nossa coluna: 

O estilo pinup é uma das grandes tendências de moda entre o público feminino do rock nos dias atuais. Quanto desse estilo está impresso em você? Quais as estrelas pin up's te inspiram na hora de montar um look rock n roll? 

Sempre enfatizo uma coisa: pin up não é tendência, não é moda... Pin up é um estilo de vida... Pin up é uma atitude, um comportamento... É você viver uma época passada nos dias atuais. A moda pode pegar algumas referências do universo pin up e fazer uma releitura, uma adaptação. Apenas isso. Não é porque um dia visto uma saia de Poá e coloco lencinho na cabeça que sou uma pin up. Ser pin up vai além disso. Engraçado é que não me sinto pin up o suficiente. Preciso ainda de muito mais... Preciso ir muito mais além... E ao falar em rock, minha mente só consegue pensar numa coisa: Rockabilly! Minhas décadas vão de 40 a 60 e pro por aí! Minhas inspirações são os retratos de época... Das mulheres 'simples', anônimas às divas e modetes... Mas pra citar, impossível não falar de Marilyn Monroe, Audrey Hepburn, Brigitte Bardot e Jean Shrimpton. 

O estilo pinup esta diretamente ligado as origens do rock n roll, passeando pelo rockabilly e surf music... No rock brasileiro, em especial o amazonense, que bandas você destaca dentro desse estilo? 

Aqui em Manaus destaco a Soda Billy e a Dry Martinis... São demais! Adoro! 

Pra fechar a conta... Quais as dicas para as girls rockers que desejam abraçar o estilo de vida pin up? 

A dica? História! Estudar, ler e aprender e aí sim, ver se tem afinidade com esse estilo de vida, experenciar e viver! 
_________________________________________________________________________
MÚSICA DO BEIRAL 
*Créditos: Patty Sifuentes 
BALI-RÁDIO confirmada no Música do Beiral
O Clã Culural Makunaima em parceria com a Fetec e Prefeitura de Boa Vista, realiza neste sábado, 19 de setembro, a partir das 16 horas, a primeira edição do projeto Música do Beiral. O evento, gratuito, leva música e cultura para o bairro Caetano Filho, com shows de George Farias, Victor Pium, Sheep, Ditambah e Bali-Rádio. O evento ainda contará com o Varal Poético do Coletivo Arte-Literatura Caimbé. Informações no www.facebook.com/culturamakunaima. Bora lá? #músicadobeiral 
_________________________________________________________________________
MOMENTO POLAROID 
*Créditos: Carol Uchôa
Pelas lentes de Carol Uchôa, história do reggae rock roraimense é contada... O registro é da Geração Roots, na Casa do Neuber, em uma grande noite de muito som e energias positivas... Uma bela imagem digna de polaroid! #polaroid #geraçãoroots 
_________________________________________________________________________
ROCK LIST 
Créditos: Dymerson Andrade

O guitarrista Deivyson Moura, da banda Haadj, 
escolhe cinco músicas essenciais na sua #RockList. Confira: 

1. Welcome to the Jungle (Guns N’ Roses) 
2. Rock n' roll (Led Zeppelin) 
3. The trooper (Iron Maiden) 
4. Blaze of glory (Jon Bom Jovi) 
5. Carry on (Angra) 
_________________________________________________________________________
INSTAROCK 
A semana do rock roraimense no Instagram. 

#Otto 
Siga @ottomatopeia 

#Isah_Carvalho 
Siga @isahrocks 

#Kiko_Britez 
Siga @kikobritez 

Siga o Instagram do Blog Roraimarocknroll 
@roraimarock 
_________________________________________________________________________
RORAIMAROCK INDICA 
Confira os perfis e páginas que você deve acompanhar nas redes sociais 

#Sheep 
“Saiu o clipe de "Solidão", ao vivo, no 2° Rock Contra Corrupção” 

#OsDescordantes 
“George Naylor no último luau da Vila Bruzugu! Pense num show que nunca mais sairá de nossas memórias! 

#Dória 
“Conheça a galera mais de perto, entre no nosso ensaio...” 
_________________________________________________________________________
LIVRO 
*Créditos: Edições Ideal
MEU APETITE POR DESTRUIÇÃO – SEXO, DROGAS E GUNS N’ ROSES - Steven Adler foi o baterista da formação clássica do Guns N’ Roses e permaneceu na banda até 1990, um pouco antes das gravações dos álbuns Use Your Illusion I e II. Foi expulso por ter se tornado um junkie irrecuperável. Neste livro, lançado originalmente em 2010 e que agora ganha edição nacional, Adler não amacia a própria história. O músico não banca a vítima em relação à sua expulsão da banda, embora deixe claro que o vocalista, Axl Rose, pegava no seu pé por ele ser mais jovem e inseguro. O ex-Guns recorda ainda a longa amizade com Slash, já que os dois se conheceram quando eram adolescentes. Adler conta que o guitarrista não teve pulso firme para encarar o autoritarismo de Rose. Depois de sofrer um derrame e ver a morte bater à sua porta em 1996, Adler conseguiu dar a volta por cima. “Para ficar limpo é preciso se ocupar”, ele escreve. Sincero e sem pieguice, este é um relato de um cara que foi ao inferno e voltou para contar tudo. (por Paulo Cavalcanti)
_________________________________________________________________________
DISCO 
*Créditos: Submarino Fantástico 
O HOMEM BRUXA - Já na faixa de abertura, homônima ao disco, André Abujamra cria um ambiente teatral, evidenciando a proposta do álbum: “Transformo coisas feias/ Em coisas lindas de valor”. Ao longo das canções deste quarto álbum solo, Abujamra explora temas e formas enquanto toca todos os instrumentos. O artista encanta pelo desajuste e por uma espontaneidade estética que homenageia o recém-falecido Antônio Abujamra, pai dele. O inesquecível ator, que participa da faixa “O Espelho do Tempo”, é responsável pela inquietude de Abujamra filho, característica que dá o tom ao estimulante álbum. (por Thiago Neves) 
_________________________________________________________________________

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com

PUBLICAÇÃO 
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 5
15ª EDIÇÃO | 15/09/15

Nenhum comentário: