31 de out de 2016

KIKO BRITEZ REPRESENTA RORAIMA NO THE VOICE

Do rock mais pesado à Música popular brasileira, assim é a trilha sonora da vida de Kiko Britez, o representante de Roraima no reality show nacional The Voice. Ao cantar ‘As dores do mundo’, da banda Jota Quest, o cantor foi selecionado a participar de um dos realitys mais assistido no País e pode escolher Lulu Santos como seu técnico.

Kiko Britez nasceu em Foz do Iguaçu, no Paraná, mas hoje vive em Boa Vista, capital de Roraima, lugar onde pôde desenvolver seu talento e paixão pela música. Formado em direito, em Roraima, Kiko é cantor profissional em vários projetos musicais, entre eles a banda Carta Pedrada.

O músico iniciou sua paixão ainda criança, aos dozes anos, influenciado pelo cenário musical do rock roraimense no início dos anos 2000. Hoje a paixão se expandiu, e não é só com rock que o cantor tem uma ligação.

Segundo ele, a participação no programa tem repercutido em grande ritmo, fãs e amigos na torcida para que o reality seja uma porta aberta para o sucesso nacional.

“Loucura total. Eu me inscrevi há uns meses e as coisas começaram a acontecer e tomar uma proporção inesperada. Quando vi, já tava lá, assinando contrato”, disse.

Segundo ele, a felicidade de estar representando Roraima, e ao mesmo tempo o Paraná, faz com que sua participação tenha se transformado em uma grande responsabilidade.

“Tem uma galera de Boa Vista me apoiando. Um pessoal da minha cidade natal também, grande parte amigos e família mesmo. Estou muito feliz com toda essa receptividade e carinho por mim. Fiquei com o técnico que eu queria sim. Meu objetivo desde o início era que o Lulu virasse”, relatou.
Time: Lulu Santos.

Curiosidades

* Além de cantar, Kiko toca violão e bateria, mas seu principal hobby é aprender a tocar novos instrumentos.
* No meio da música, ele tem como ídolo o cantor Michael Jackson. 

* Antes de qualquer show, o músico dança, pula e bate palma para extravasar a energia e, se ganhar o The Voice Brasil, diz que será o cara mais feliz do mundo.

Nenhum comentário: