14 de jul de 2016

CASA DO NEUBER APRESENTA NOITE ROOTS COM VICTOR PIUM & CAXIRI ATÔMICO, GERAÇÃO ROOTS E EXPOSIÇÃO DA ARTISTA ANA MENDINA

Em julho a Casa do Neuber celebra 4 anos de história com uma programação especial. Nesta quinta feira, a casa mais cultural de Boa Vista apresenta a Noite Roots, com shows confirmados de Victor Pium & Caxiri Atômico, Geração Roots e a Exposição da artista plástica Ana Mendina, em uma noite de reggae, música brasileira e regional, damurida free, e muito alto astral.

O artista Victor Pium comenta a expectativa para a Noite Roots: “O palco da Casa do Neuber é um lugar especial para nós, sobretudo por que somos fãs do trio Roraimeira, do artista Neuber Uchôa e estar no palco da casa mais cultural da cidade, divindo a noite com a Geração Roots é uma honra imensa.”

A Casa do Neuber abre as portas às 21 horas com Damurida por conta da Casa, preparada com carinho, pelo anfitrião Neuber Uchôa. O compositor também esquenta o palco para receber as bandas convidadas.

VICTOR PIUM E CAXIRI ATÔMICO


Victor Pium é músico e compositor. Em 15 anos de carreira como vocalista e guitarrista, gravou 4 discos com a banda Veludo Branco, participou dos principais festivais de música da Amazônia e realizou várias turnês pelas regiões Norte e Sul do Brasil.

Poeta e escritor,é editor do blog Roraimarocknroll e também integrante do Clã Cultural Makunaima. Atua igualmente como produtor cultural, organizando shows, eventos, festivais e projetos culturais em Roraima desde os anos 2000.

Acompanhado da banda Caxiri Atômico, formada por Jardson Pereira (baixo), Winder Porto (bateria), suas composições da carreira solo transcendem o rock’n’roll, onde iniciou sua trajetória musical, transitando entre o psicodelismo, sons regionais, experimentações eletrônicas, e ritmos brasileiros como o maracatu, carimbó, roraimeira e lambada.

As letras de suas composições abordam temas regionais em músicas como ‘Caxiri Atômico’, ‘Curupira’, ‘Manga Rosa’ (parceria com Eliakin Rufino), temáticas espiritualistas nas canções ‘O pium’, ‘Turista Espacial’, ‘Cultive o Amor’, ‘Contato Imediato’, e tema sociais em ‘Sopa de Pedras’ (parceira com Brendo Vieira) e canção classificada no Festival Canto Forte de 2015, e ‘Má Companhia’ (de Eliakin Rufino). Estas músicas devem fazer parte de seu primeiro CD, em fase de pré-produção, sob os cuidados do renomado músico roraimense Ben Charles. 

A arte de Victor Pium traz mais diversidade à música contemporânea de Roraima, com a intenção de ser um porta-voz dos sons da Amazônia.

GERAÇÃO ROOTS


Geração Roots tem como premissa mostrar suas composições autorais, que retratam sobre a realidade, e se baseiam em fortes críticas de cunho social. Formado por Lionella Edwards - Voz e Violão, Mário Juan - Voz e Guitarra Base, Jardson Pereira - Voz e Baixo, Roger Lailton - Guitarra Solo e Jessé Mendes – Bateria, o grupo tem grande influência do reggae, rock, soul/funk, ragga. Outros ritmos como Rock, Samba Rock, Ragga e Hip Hop fazem parte do repertório. Entre as maiores influências, estão Bob Marley, considerado mundialmente como o "rei do Reggae", e também o pai da vocalista Lionella, o cantor Mike Gui-brás. 

ANA MENDINA


Ana Mendina é natural de Santana do Livramento (RS) e chegou a Roraima com apenas sete dias de nascida. Viveu em Boa Vista durante a sua infância e parte da adolescência. Depois se tornou uma cidadã do mundo. Rodou e pousou em vários países, como Costa Rica, Austrália, Inglaterra e Nova Zelândia, além de várias cidades brasileiras, sempre estudando arte, descobrindo técnicas, histórias, culturas, se reinventando e ampliando o seu horizonte de possibilidades visuais e humanas. O contato com a cultura do povo indígena Maori, na Nova Zelândia, instigou a artista e a fez retornar a Roraima com o desejo de se reaproximar de suas raízes através da construção de uma relação íntima, profunda e respeitosa com o povo indígena Yanomami. Hoje a artista é parceira da Hutukara Associação Yanomami.

Ana desenha e pinta em papéis, telas, paredes e pessoas. Instala, brinca com a luz, sombra e cores. Também utiliza a fotografia e o vídeo para expressar as suas ideias, para construir seus trabalhos. Às vezes, usa todas as técnicas e suportes juntos em um conceito que ela chama de “Mixed Media”. Mas, na verdade, a mensagem e a visualidade desta potente e inquieta artista é maior que qualquer técnica ou suporte. Ana busca a natureza interna, essa intrínseca ao ser humano, mas que parece estar meio esquecida por nós. “Não interessa quem tu é, de onde você é, onde você está, se é indígena ou não, alguma parte do teu ser vai estar conectado com a natureza. Eu tento, de uma forma ou de outra, não importa se é com fotografia, pintura ou desenho, expandir essa mensagem através do material que tenho em mãos”, resume a artista. 

Ana participou de exposições no Brasil e no exterior e tem seu trabalho citado em diversas publicações. Continua com fome de mundo e, por isso, sempre em movimento.

Serviço:
CASA DO NEUBER APRESENTA NOITE ROOTS
com Geração Roots + Victor Pium & Caxiri Atômico 
Quando? 14 de julho
Hora? A partir das 21 horas
Promoção de 50% de desconto na Entrada até 23 horas

Nenhum comentário: