18 de jul de 2017

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 7 - 6ª EDIÇÃO - ESPECIAL #DIADOROCK


EDIÇÃO ESPECIAL - DIA DO ROCK - #UMF
ABRE A CONTA 
Bom dia rocker! Seguimos as comemorações do mês do rock com mais uma edição especial da Coluna Roraimarocknroll. Na última sexta feira (14) e sábado (15) a Praça do Centro Cívico foi o palco e ponto de encontro de roqueiros, entusiastas e headbanguers no 1º Underground Moto Clube Festival, em homenagem ao Dia Mundial do Rock, realizado pelo Roraima Moto Clube em parceria com o Movimento Bandas de Roraima. O público roraimense ouviu, aplaudiu, bangueou, celebrou e cultuou com admiração e entusiasmo os shows de 12 bandas de Roraima e a atração internacional Et Tu Brutus, da Guyana. Foram mais de 12 horas de som ao vivo com shows de heavy metal, classic rock, trash metal, white e death metal, rock nacional, anos 80, pós punk e rock macuxi, de graça e com ações solidárias e se você, leitor da coluna, não foi prestigiar o #UMF, confira nesta edição a cobertura completa do Festival que celebrou a história viva e ainda por ser escrita no rock de Roraima. O espírito do Fest Rock segue vivo e a história continua... Boa Leitura, e ótima terça-feira! Let’s go! 
________________________________________________________________________

NÓS A DERIVA 
*Créditos: Victor Matheus 
A banda Nós a Deriva abriu a primeira edição do #UMF tocando ‘Até quando esperar’, clássico do rock anos 80 da banda Plebe Rude. O grupo apresentou ainda no show releituras de clássicos do rock nacional anos 80, com destaque para o baixista Noronha, numa performance incendiária que animou o público nos primeiros acordes. 
#rock #anos80 #NAD #UMF
________________________________________________________________________

PRIME MACHINA 
*Créditos: Victor Matheus
Os decibéis elevaram no palco do #UMF com o segundo show da noite. A banda Prime Machina trouxe para o gargalo do palco uma horda headbanguer ávida por riffs pesados, bateria insana e vocais guturais. A Prime Machina foi à primeira banda de metal a tocar no #UMF provando que o público do metal é o mais insano de Roraima. 
#metal #lastro #PrimeMachina #UMF
________________________________________________________________________

IEKUANA 
*Créditos: Victor Matheus 
Com mais de uma década de estrada e um disco oficial lançado, a banda Iekuana provou mais uma vez por que é a maior banda de rock autoral da atualidade. A terceira banda a se apresentar no #UMF tocou clássicos do rock macuxi e apresentou músicas novas no show, mantendo o fiel público macux’s no gargalo do palco. 
#Iekuana #metalroraima #rockmacuxi
________________________________________________________________________

AWAKEN
*Créditos: Victor Matheus 
A banda Awaken subiu no palco do #UMF e apresentou para o público um show coeso com músicas autorais com destaque para a participação de Geraldinho, lenda do rock macuxi, tocando teclado. A Awaken é uma das revelações do ano do metal macuxi. 
#Awaken #MetalRoraima #HeavyMetal
________________________________________________________________________

VELUDO BRANCO
*Créditos: Paula Marini 
O power trio Veludo Branco lançou no #UMF o 5º disco da carreira, intitulado ‘10 anos ao vivo mantendo o lastro’. Com 11 anos de carreira, Victor Matheus (guitarra), Paulo Henrrique (baixo) e Cesar Matuza (Bateria) mostraram o vigor do rock n’roll roraimense no 
#UMF. #VeludoBranco #MantendoLastro 
________________________________________________________________________

IRONIA 
*Créditos: Victor Matheus 
A primeira noite do #UMF encerrou com o show apoteótico dos veteranos da banda Ironia. Formada em 2001, a banda fez um show especial aos ícones do rock brasileiro dos anos 90, a banda Raimundos, deixando o público já inebriado de rock n’roll, ainda mais alcoolizado de riffs distorcidos ao som de hinos do rock brasileiro como ‘Eu quero ver o oco’ e ‘P****** em João Pessoa’. 
#Ironia #Raimundos 
________________________________________________________________________

ESTADO DE COMA 
*Créditos: Alexandre Horta 
O death metal da banda Estado de Coma abriu a segunda noite de shows do #UMF. Tocando clássicos do trash e death metal, a Estado de Coma abriu os trabalhos do segundo dia do #UMF colocando os headbanguers na roda batendo cabeça. O show da Estado de Coma ainda prestou homenagem ao ícone do rock underground e do skate, Tom Souza, falecido em um trágico acidente de trânsito. 
#TomSouza #EstadodeComa
________________________________________________________________________

CARNÍVORO 
*Créditos: Victor Matheus 
A revelação do metal roraimense em 2017 apresentou um show autoral insano. A banda Carnívoro foi a segunda banda de metal autoral a tocar no #UMF. Com riffs velozes, bateria acelerada e vocais agressivos, a Carnívoro representa a nova geração do metal roraimense, e promete escrever uma história de sucesso no metal do norte do Brasil.
#Carnívoro #MetalRoraima #RockMacuxi 
________________________________________________________________________

DITAMBAH 
*Créditos: Victor Matheus 
O cardume rocker Ditambah foi a terceira banda a se apresentar na segunda noite do #UMF. Abrindo o show com o clássico ‘Beiral’, a Ditambah mostrou mais uma vez que o pós punk autoral made in Roraima tem seguidores e merece o máximo respeito. 
#Ditambah #OlavotemRazão #RockMacuxi 
________________________________________________________________________

ÓBITO 
*Créditos: Victor Matheus 
A banda Óbito representou o white metal no #UMF. O power trio de metal tocou clássicos da banda Antidemon, e apresentou a sua primeira música autoral. A Óbito também é destaque do festival por ter na formação a baixista Camila, única mulher presente tocando no festival, e a participação especial do baixista Eliézer Panda, da banda João 4:20. 
#Óbito #GirlRocker #MetalRoraima 
________________________________________________________________________

HÁBITO NOTURNO 
*Créditos: Victor Matheus 
A banda Hábito Noturno foi a penúltima banda a se apresentar no #UMF. Representando a história viva do Bar do Rock, sendo um dos primeiros grupos de rock a tocar na Praça do Centro Cívico, a banda apresentou a nova formação com o guitarrista Augusto nos vocais. Tocando clássicos do rock dos anos 60 e 70, a Hábito Noturno mostrou mais uma vez porque é uma das bandas mais carismática do rock roraimense. 
#HábitoNoturno #ClassicRock 
________________________________________________________________________

ET TU BRUTUS 
*Créditos: Cesar Almeida 
Com 20 anos de carreira e três discos oficiais na discografia, a atração internacional do #UMF Et Tu Brutus retornou aos palcos de Roraima para mais um show insano e visceral. Encerrando a primeira edição do #UMF, a banda guyanense Et Tu Brutus apresentou canções autorais e homenagens ao heavy metal, entre eles o cover Breakin the Law, da banda Judas Priest. Após 4 bis, o grupo encerrou as 4:11 da manhã o festival, marcando em definitivo mais um capítulo na história do rock macuxi. 
#EtTuBrutus #MetalGuyana
________________________________________________________________________

AGRADECIMENTOS 
*Créditos: Victor Matheus 
O Blog Roraimarocknroll foi um dos apoiadores do #UMF, fazendo a cobertura do evento e assessoria de imprensa. Agradecemos ao Roraima Moto Clube e o Movimento Bandas de Roraima pela parceria, e torcemos para que em 2018 uma nova edição do mais novo festival de rock de Roraima aconteça. Vida longa ao rock macuxi. Vida longa ao Underground Moto Clube Festival. 
#Lastro
________________________________________________________________________

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com 
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll 
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com 

PUBLICAÇÃO
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 7 
6ª EDIÇÃO | ESPECIAL DIA DO ROCK - #UMF - 11/07/17

Nenhum comentário: