11 de nov de 2013

PAPO RETO – PLEBE RUDE RACHANDO O CONCRETO A CAMINHO DE RORAIMA


Com colaboração de Paola Carvalho.

A Sessão PAPO RETO do Blog Roraimarocknroll trocou uma idéia com a lenda do punk brasileiro PHILIPPE SEABRA da banda PLEBE RUDE que estará no dia 15 de novembro tocando pela primeira vez em Roraima no ENCONTRO DE MOTOS DE ALTAS CILINDRADAS e também para contar em primeira mão os planos da banda para 2014. Confira como foi o papo recheado de muita atitude punk rock:

Blog Roraimarocknroll
O 7º Encontro Internacional de Motos de Altas Cilindradas promete ser uma ode ao rock 'n roll dos anos 80 com nada menos do que um dos seus maiores ícones nacionais, a banda PLEBE RUDE. Há 32 anos na ativa e ainda sendo uma banda que é sempre tão atualizada com os momentos vividos pelo país, como é poder explorar os cantos do Brasil através da sua música? Roraima estava nos planos da banda?

Philippe Seabra
Vai ser a nossa primeira vez em Roraima e esse é uma das coisas que fazem valer a pena esses anos todos de estrada, conhecer lugares e pessoas novas. É um prazer enorme chegar num canto do país e ter pessoas em sintonia com a nossa mensagem. Afinal, a Plebe é a única banda dos grupos que chegaram a um disco de ouro sem canções de amor e isso a gente sente na platéia, pessoas que estão ali pela coerência, postura e mensagem, não pelo "sucesso"...


Blog Roraimarocknroll
Com as letras intensas e que ainda se mantém atuais, a PLEBE RUDE ficou conhecida por ser trilha sonora de toda uma geração dos jovens brasileiros, por conseguir criar uma identificação entre banda e ouvinte com suas críticas a política e ao comportamento estagnado. Agora, em 2013, mais do que nunca podemos observar que a juventude ainda quer e precisa ser ouvida. Como a Plebe observa essa situação e compara a juventude de hoje em dia com a dos anos 80?

Philippe Seabra
 É um pouco triste ver que todas as nossas musicas continuem atuais... Nossa, tem alguns que estão por fazer 30 anos! Como artistas é claro que ficamos felizes com a relevância da obra, mas como cidadão fico triste ao constatar que pouca coisa mudou no país. Claro que muita coisa esta melhor, mas a um custo social muito grande. Algumas pessoas da minha geração não se conformavam com o status quo e resolveram tentar mudar as coisas. A gente também, usando a armas que tínhamos, a nossa educação e a palavra. Mas a grande maioria seguia a correnteza, como hoje. Estamos abordando esse tema no novo disco da Plebe, que esta sendo produzido em Brasília para lançamento nacional em abril/2014: o daltonismo que tomou conta. Posturas, partidos políticos, entretenimento - parece tudo a mesma coisa.



Blog Roraimarocknroll
Quais são os próximos planos e projetos para a Plebe Rude? Temos informação de um álbum novo e documentário para ser lançado em 2014.

Philippe Seabra
Juntos com o álbum de inéditas, um documentário esta sendo produzido sobre a banda, e temos historias para contar... Um livro, um DVD sinfônico esta nos planos, mas só para 2015. Recentemente foram três filmes produzidos com a Plebe no meio... O documentário Rock Brasília, o Somos tão jovens e o Faroeste Caboclo, (com trilha sonora original minha e um  aparição da Plebe nos primórdios do punk brasiliense...)... E estou a mil com a produção do disco novo... Vem uma pancada aí, mostrando que postura e atitude é uma coisa que se tem enraizado. Me deu nojo ver os discursos políticos de artistas que nunca, nunca ousaram a abordar uma temática mais seria, só porque o povo esta nas ruas e esta na moda... Onde é que estavam essas pessoas esses anos todos? Seguindo a correnteza com, como Renato Russo falaria, com o c* na mão...


Blog Roraimarocknroll
E o que o público roraimense pode esperar do show da Plebe? Alguma surpresa que podem nos adiantar?

Philippe Seabra
Já estamos sabendo da expectativa pois nunca tocamos em Roraima. Vamos fazer um apanhado da carreira, mas também tem um foco no ultimo DVD da banda " Rachando Concreto". Sempre falo que quem nunca viu um show ao vivo da banda não conhece a Plebe como deveria. Só vendo mesmo para explicar melhor. Vejo alguns dos nossos colegas de geração tocando mais por obrigação, batendo o ponto mesmo, cansado... Me pergunto, onde é que esta aquela inquietação, aquela fúria que te motivou quando adolescente? Se as nossas letras continuam atuais é que a banda continua a questionar, provocar... Esse é o nosso dever como artista...


Blog Roraimarocknroll
Pra fechar a conta...

Philippe Seabra
Acho que a missão da Plebe é mostrar que vale a pena ter princípios nesse país. Não é o caminho mais fácil, mas queremos mostrar que coerência é o que mais cobramos das pessoas, da nossa geração, dos nossos fãs. E queremos que cobrem da gente também... Quem sabe, se todo mundo cobrasse coerência dos nossos políticos, as coisas mudariam para melhor...

Fecha a conta.

Um comentário:

Cesar... disse...

puocas palavras para definir:

Lastro de credibilidade solidária colaborativa consolidada..